Mariza Leite Bandarra nasceu na cidade do Rio de Janeiro, no ano de 1935 e faleceu 08/04/2011. Em 1951 casou-se com o então 2º Tenente Aviador da Força Aérea Brasileira, Mario Alberto Pillar Bandarra. Mãe de três filhos, avó de seis netos, bisavó de quatro bisnetos.

Criada na religião Católica, iniciou sua busca espiritual ainda adolescente. Procurou os conhecimentos espirituais através da leitura esotérica e no decorrer de sua juventude freqüentou centros espíritas Kardecistas e Umbandistas. E foi na Umbanda Esotérica, em 1980, que começou o seu desenvolvimento mediúnico.

Estudou também a Apometria, técnica de libertação da obsessão, desenvolvida por um psiquiatra espírita de Porto Alegre, Dr. José Lacerda de Azevedo. Por dois anos freqüentou no Rio de Janeiro um grupo formado por este, adquirindo tais conhecimentos.

Mas foi a partir de 1986, sob a orientação de Vovó Maria Baiana, entidade que muito a ajudou, que ela principiou a psicografar. Manifestou-se então o seu Mestre Oriental, preparando-a para o trabalho espiritualista, harmonizando sua mediunidade.

Desde 1987, quando um grupo foi formado, ela presidiu esse trabalho até o ano de 1990, quando mudou-se para a cidade de Cruz Alta no Rio Grande do Sul. Nesta cidade continuou se dedicando a esse mesmo trabalho, formando e dirigindo um novo grupo.

Sem ser filiada a Federação Espírita, em uma linha espiritual independente, a Casa do Amor Universal, sob a coordenação do Mestre Oriental Li-Cheng e com o auxílio da Corrente da Luz de Jesus, desenvolveu um trabalho de expansão de consciência. Transmitindo palestras, auxiliando a quem necessitasse de ajuda, despertando a conscientização da Unidade com o Nosso Criador e buscando desenvolver a Energia do Amor Cósmico, o grupo mediúnico se reunia três noites por semana, em um atendimento aberto ao público.

Em 1999, Mariza passou a escrever os primeiros livros que hoje apresenta, sob inspiração de seu Mestre, através da intuição. Baseados nas experiências por ela mesma vividas e de outras pessoas amigas ou conhecidas, a autora espera conseguir com estes livros, através da Internet, atingir seu objetivo: Ajudar no despertar de consciência daqueles que estão em busca de uma maior compreensão da Vida Eterna.

Tendo que retornar ao Rio de Janeiro em 2001, fixou novamente residência nessa cidade, dedicando-se somente a escrever.

Mas o grupo mediúnico da Casa do Amor Universal continuou em Cruz Alta o trabalho espiritual, atendendo em duas noites por semana.

Atualmente, a partir de meados de 2008, Mariza voltou a trabalhar, implantando na Barra da Tijuca mais uma Casa do Amor Universal. Igualmente aberta ao público nas noites de terça e quinta-feiras.